Prêmio Téchne

O Prêmio

legenda

O QUE É
O Prêmio Téchne Inovação Tecnológica na Construção Civil é uma iniciativa da PINI e da revista Téchne que visa identificar e premiar empresas pelo desenvolvimento de produtos, sistemas construtivos ou equipamentos inovadores e capazes de melhorar a produtividade nas obras e o desempenho do ambiente construído.

QUEM PODE CONCORRER
Estão aptos a se inscrever todos os fabricantes e fornecedores de produtos, sistemas ou equipamentos para construção civil que mantenham suporte técnico em território nacional e que observem as normas brasileiras ou equivalentes, em caso de ainda não possuir normalização. Só poderão concorrer produtos, sistemas ou equipamentos que tenham sido lançados nos últimos três anos.

CATEGORIAS
As inovações devem enquadrar-se em uma das três categorias a seguir:

a)Produtos e materiais de construção
b)Sistemas construtivos
c)Máquinas ou equipamentos

Obs.: os produtos, sistemas ou equipamentos podem ser de uso em obras de edificação ou de infraestrutura

CRITÉRIOS PARA INSCRIÇÃO
Para avaliação do produto, a empresa deverá efetuar a inscrição no site exclusivo do prêmio, preencher o formulário e anexar um memorial técnico e fotos. A avaliação será feita com base em critérios fixados pelo júri. Apenas o júri terá acesso às informações enviadas e ao memorial técnico de defesa - essas informações não serão disponibilizadas no site. Os produtos vencedores destacados pelo júri serão tema de uma reportagem especial na revista Téchne de julho.

I) Grau de inovação tecnológica (1 - muito baixo; 2 - baixo; 3 - regular; 4 - alto; 5 - muito alto)
Em geral, quando o conceito é "muito alto", são produtos e equipamentos muito diferentes dos convencionais, ainda praticamente com pouco emprego nas construções.

II) Disponibilidade de dados sobre o desempenho do produto (1 - muito baixa; 2 - baixa; 3 - regular; 4 - alta; 5 - muito alta)
No caso do conceito regular, tem que existir informações mínimas tais que o mercado possa tomar decisões técnicas sobre o uso, ainda com um grau de risco alto. No caso do conceito "alto" há que se ter documentos técnicos com dados sobre a avaliação do produto, como documentos técnicos de terceira parte, com indicações do seu potencial desempenho.

III) Aplicações relevantes
Considerar se houve ou há aplicações no mercado nacional, seja em número de aplicações ou quantidade de produto aplicado (1 - nenhuma aplicação; 2 - aplicações não significativas; 3 - poucas aplicações; 4 - algumas aplicações relevantes; 5 - aplicações bastante significativas). Considerar, evidentemente, que uma inovação ainda não terá um grau de aplicação ou emprego elevado, como se fosse um produto convencional; portanto, não tomar o tradicional como referência.

IV) Produtividade
Considerar o ganho em relação a produtos, sistemas e equipamentos similares já existentes quanto ao consumo de material e/ou redução da mão de obra de aplicação (1 - sem ganho; 2 - ganho não significativo; 3 - ganho que já justifica seu emprego, considerando a relação custo/benefício; 4 - ganho significativo; 5 - ganho muito expressivo). Para ganho muito expressivo, deverá ser considerada uma melhoria de pelo menos 20% em relação aos produtos semelhantes, atestado por medições, laudos ou documentos que comprovem a informação.

V) Impactos sobre o meio ambiente e a sociedade
Considerar o impacto sobre o meio ambiente, incluindo aspectos de preservação ambiental, baixo consumo de energia, emprego ou redução de geração de resíduos etc.; considerar impactos sobre a sociedade, do ponto de vista de melhoria do bem estar ou da qualidade de vida das pessoas; considerar aspectos de responsabilidade social e eventual impacto econômico para o usuário e para a coletividade:

1) impacto muito pouco significativo ao meio ambiente e pouco significativo para a sociedade;
2) impacto pouco significativo ao meio ambiente e pouco impacto sobre a sociedade;
3) impacto significativo ao meio ambiente e baixo impacto sobre a sociedade;
4) impacto favorável ao meio ambiente, considerando produtos assemelhados, e impacto significativo para a sociedade;
5) impacto muito favorável ao meio ambiente, considerando produtos assemelhados, e impacto muito significativo para a sociedade).

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Para facilitar o processo de avaliação, os participantes deverão enviar informações objetivas, porém de forma resumida. A PINI disponibilizará um formulário padrão online para organização e apresentação dos conteúdos. A inscrição, defesa das características, memorial técnico e fotos deverão ser enviados somente através do site do prêmio. Caso o júri julgue necessário, poderá solicitar informações adicionais como laudos, ensaios, fotos etc. As informações são de responsabilidade exclusiva das empresas.

PRAZOS
As inscrições serão abertas no dia 2 de março no site exclusivo do prêmio e se encerram no dia 30 de abril de 2015.
O júri fará a avaliação até o dia 29 de maio.
Os vencedores serão tema de uma reportagem especial da revista Téchne no mês de julho.

VENCEDORES
As empresas não concorrem entre si; o Prêmio Téchne Inovação Tecnológica na Construção Civil poderá agraciar mais de um concorrente na mesma categoria. O objetivo do prêmio é identificar e premiar produtos, sistemas e equipamentos que contribuam para melhoria do desempenho e da produtividade na construção civil, e que por isso merecem ser destacados. 

OUTRAS INFORMAÇÕES
O Prêmio Téchne Inovação Tecnológica na Construção Civil será divulgado em todos os canais da PINI - sites, revistas, ações especiais, seminários, e-mail marketing etc.  

PRÊMIOS
Além de serem tema de reportagem especial na revista Téchne no mês de julho, as empresas vencedoras receberão um certificado e um troféu em data que será estabelecida e divulgada pela organização.

Notícias